Imprimir

Campus SJDR participa da I Feira de Startups das Vertentes

Campus SJDR participa da I Feira de Startups das Vertentes

O Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais- Campus São João del-Rei vai participar da I Feira de Startups das Vertentes. O evento é regional, e acontece entre os dias 22 e 23 de novembro, no Campus Santo Antônio, da Universidade Federal de São João del-Rei.

A proposta da feira é disseminar a cultura de startups, discutir sobre o empreendedorismo e as tendências de novos mercados. Durante os dois dias de evento, serão apresentados casos de startups de sucesso, além de roda de negócios, palestras educativas e competições de empreendedorismo no “Empreenda. Em Ação”.

Empreenda. Em Ação!

Criado em 2013 na Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), o “Empreenda. Em Ação” é um projeto que busca aproximar as universidades do setor produtivo, disseminando a educação empreendedora em Minas Gerais, por meio da criação de soluções inovadoras e do fomento a novos negócios.

Pela primeira vez, o Campus vai participar de uma edição do “Empreenda. Em Ação”. Os cursos de graduação em Gestão da Tecnologia da Informação, Gestão de Recursos Humana e Logística criaram projetos, ao todo foram seis grupos inscritos.

 Agora será feito a seleção dos três melhores projetos que vão representar o Campus. O professor responsável pela participação do IF Sudeste MG- Campus São João del-Rei no evento, Professor Celso Luiz de Souza, explicou como será feita a escolha dos representantes. “Temos uma comissão com três professores, um interno e dois externos. Vamos analisar os seguintes critérios para a escolha dos grupos: relevância do projeto; qualidade, utilidade e impacto da solução; viabilidade e estágio de desenvolvimento do negócio proposto; definição/captação de clientes e fatia de mercado; grau de inovação, escalabilidade e diferenciais competitivos; adequação ao tempo de exposição e qualidade e clareza na exposição”, pontua. O resultado será divulgado no dia 19.

Celso Luiz, fala sobre a oportunidade de participar do evento. “Estamos começando a introduzir uma cultura dos alunos não esperarem que o mercado de trabalho provenha empregos, a gente está propondo que eles sejam donos do próprio negócio. Sabemos que o mercado é carente de vários serviços, por isso, fazemos essas orientações. Já no ambiente acadêmico é o momento dos alunos pensarem em novos mercados, novos serviços e novas tecnologias.” Ressalta.

A programação está disponível em: Feira de Startups das Vertentes.