Imprimir

SIMPESQ reúne comunidade para discutir “ciência para redução das desigualdades”

SIMPESQ reúne comunidade para discutir “ciência para redução das desigualdades”

Nos dias 22, 23 e 24 de outubro, o Campus de São João del-Rei do IF Sudeste MG realizou o VIII SIMPESQ, Simpósio de Pesquisa e Inovação. O evento foi realizado junto a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. O evento nacional emprestou ao SIMPESQ o tema “ciência para redução das desigualdades”.

O evento promoveu, para toda a comunidade do Campus, um debate voltado para a produção acadêmico-científica, a formação profissional e cidadã dessa comunidade, integração e confraternização.

Além das apresentações de trabalhos de ensino, de pesquisa e de extensão desenvolvidos no Campus, o evento contou com duas mesas redondas, treinamento para docentes, diversos minicursos, apresentações artísticas e lançamento de livros, reunindo aproximadamente 360 participantes.

No dia 22 aconteceu a abertura do evento, que contou a apresentação de uma rapper local, Maria Paula, e a palestra “A importância da ciência para a sociedade”, com o professor Alberto Tibaji, da UFSJ. No dia 23, além do lançamento de livros, os inscritos participaram da mesa redonda que abordou o tema do evento, com Sabrina Pereira Piva, da UFJF, Kennya Rodrigues Nézio Azevedo, da UNIPAC Barbacena, e Maria do Socorro Alencar Nunes Macedo, da UFSJ. Para encerrar a noite de atividades, divididos entre quatro salas, os projetos desenvolvidos no Campus foram apresentados oralmente.

As atividades do dia 24 tiveram início ainda durante a tarde, com o treinamento de docentes para utilização do Portal de Periódicos do CAPES, oferecido pela bibliotecária Thaís Helena Silva. Durante a noite, o Coral do Campus encantou com a apresentação “Folclorando”, seguido da mesa redonda “A produção científica no Campus São João del-Rei”, e diversos minicursos, incluindo o treinamento oferecido aos docentes durante a tarde, “Ética em pesquisa com seres humanos”, “Leitura e escrita acadêmica: redação de textos científicos”, “Fundamentos e contribuições da extensão universitária para a sociedade”, entre outros.

Samantha Cristina Cardoso, aluna do segundo período do curso de licenciatura em Letras, apresentou, no dia 23, os resultados das ações do projeto aprovado em edital “Letramento Racial por meio da Educação, Cultura e Gestão: caminhos para a construção de uma sociedade antirracista”, no qual é voluntária. “Estar entre pesquisadores e pessoas de outras instituições ainda no segundo período foi um privilégio”, conta.

A diretora da DEPPG (Direção de Extensão, Pesquisa e Pós-Graduação), Janaína de Assis Rufino, disse acreditar que o trabalho em equipe durante a realização do SIMPESQ, assim como a adesão da comunidade, mostram que a instituição está no caminho certo para consolidar o evento como espaço efetivo de educação e aprendizagem.

Em breve todas as fotos estarão no Facebook, confira nossa página!