Imprimir

Tecnologia em Gestão da Tecnologia da Informação obtém nota 4 no Enade 2018

Tecnologia em Gestão da Tecnologia da Informação obtém nota 4 no Enade 2018

O Curso Superior de Tecnologia em Gestão da Tecnologia da Informação (GTI) do IF Sudeste MG Campus São João del-Rei obteve nota 4 no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes – Enade. A prova é realizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - Inep, que divulgou os resultados da última avaliação no dia 9 de outubro de 2018.

O Enade é um dos importantes indicadores de qualidade da Educação Superior e classifica as Instituições de Ensino Superior com notas de 1 a 5. Para a professora e coordenadora do curso em GTI, Teresinha Moreira de Magalhães, a boa avaliação demonstra o bom trabalho dos grupos docentes e discentes: “se deve à dedicação dos professores bem como a dos alunos em fazerem uma boa prova”.

Ela ressalta ainda que foram desenvolvidas estratégias de ensino para a preparação para a prova. “No segundo semestre de 2017, foram planejadas oficinas de revisão de conteúdos e treinamento para os discentes, antecipando-se a prova que aconteceria em novembro. Além das oficinas, os alunos inscritos, foram convidados a assistir às aulas da disciplina “Seminário Integrador”, cujo conteúdo foi uma retomada do conhecimento geral do curso”.

MEC avalia com nota máxima cursos do IF

Nas últimas avaliações do curso de Letras e GTI realizadas pelo Ministério da Educação, o IF conseguiu atingir a nota máxima, 5. O conceito, não apenas supera o mínimo necessário para reconhecimento jurídico do curso, como o posiciona entre os melhores no âmbito federal.

Três dimensões que abordam diversos tópicos foram levadas em consideração no processo avaliativo à época: Organização Didático-Pedagógica, Biblioteca, Corpo Docente e Tutorial, Infraestrutura. A avaliação foi feita por meio de visitas guiadas aos setores e da análise da documentação exigida pelo MEC. Além da parte estrutural e do currículo dos docentes, a participação dos alunos também foi levada em conta, como a entrada em programas de estágio, índices de evasão e de aproveitamento escolar.